Presidente do Comitê
José Calazans
Nielsen

linkedin

José Calazans é graduado em jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero e é pós-graduado em Administração pela Universidade de São Paulo e em  Marketing, Pesquisa, Mídia e Opinião Pública pela Faculdade de Sociologia de São Paulo. Especialista em análise de dados, trabalhou desde 2001 no Ibope, como analista de pesquisas, e na Nielsen, como analista de pesquisas de mídia e como consultor do mercado internet.

Compartilhar

Métricas de Audiência e Pesquisa de Mercado

Data: 14 de novembroHorário: 10:00 - 12:00

DESCRIÇÃO

Em 2017, o Comitê de Métricas do IAB deve acelerar no Brasil os debates que vêm sendo realizados em todo o mundo sobre métricas transparentes e comparáveis entre as diferentes plataformas e meios de comunicação.

Para alcançar esse patamar internacional de conhecimento, o Comitê desenvolveu uma agenda que segue o que já vinha sendo discutido e elaborado nos anos anteriores e persegue o cronograma que foi trilhado pelo IAB dos Estados Unidos, com apoio dos IAB da Europa e de outros países.

Em 2016, o Comitê de Métricas do IAB Brasil debateu e trouxe para nosso mercado os principais guias de medição desenvolvidos recentemente pelo 3MS. O primeiro guia trazido pela IAB Brasil foi o de métricas de engajamento de marca, seguido pelos de audiência, vídeos, mobile e social.

Além das reuniões periódicas, o Comitê desenvolverá grupos de trabalho focados em temas relevantes, com a participação de profissionais que possam contribuir efetivamente em cada questão, e ainda propõe caminhar de maneira integrada com o valioso esforço que também vem sendo feito nos comitês de outras associações. No Brasil, assim como já vem sendo feito nos Estados Unidos, é importante abrir o debate para permitir a todos os interessados contribuir para a solução das questões que ainda estão pendentes na mensuração conjunta de diferentes meios e plataformas.

A proposta prevê grupos de trabalho fixos, como os que discutirão temas perenes – métricas e formatos de vídeo e privacidade, por exemplo – assim como grupos temporários, que vão trabalhar tarefas de momento, como a elaboração de glossários e a questão do vídeo programático. Entre os temas mais urgentes, estão a mensuração de audiência e publicidade em diferentes plataformas, com o online e o offline juntos ou só comparados, e a chegada do GRP como métrica fundamental de comparabilidade transparente e universal.

QUER PARTICIPAR?

(exclusivo para associados)