Compartilhar

Data Lake: orientando as decisões de negócio através de dados

Data Lake: orientando as decisões de negócio através de dados

Com o rápido avanço da tecnologia, a geração de dados cresce em ritmo exponencial. Portanto, a capacidade de armazenar e analisar grandes quantidades de informações deve acompanhar tal evolução. Desta maneira, é possível desenvolver processos decisórios que são completamente embasados na realidade e nas tendências a partir do uso de dados, elevando a capacidade analítica e agilizando a tomada de decisão do negócio.

A corrida atual pelo acesso à informação tem impulsionado organizações a encontrarem novas maneiras de ganhar vantagens competitivas, procurando respostas e soluções a partir de seus dados. Mas o desafio já não está mais em como adquiri-los, pois os recursos não são mais escassos, muito menos desconhecidos. O dilema atual resume-se em saber quais respostas procurar.

Para suprir as necessidades de armazenamento, um data lake tende a ser a opção mais interessante – tanto pela sua flexibilidade que permite o arquivamento de qualquer tipo de informação, quanto pela sua escalabilidade e valor, custando poucos centavos de dólar por Gigabyte (GB) armazenado.

 

Mas o que é um data lake?

De maneira simples, podemos defini-lo como um repositório com a funcionalidade de unificar e centralizar dados de diferentes fontes, sendo possível guardar qualquer formato de informação que seja útil para um negócio. Seu custo baixo proporciona a vantagem de armazenar dados em suas formas brutas, sem a necessidade de modificá-los, possibilitando a criação de um histórico completo que simplifique e democratize o acesso aos dados.

Desta forma, os data lakes são altamente escaláveis por suportarem volumes gigantes de dados, sem se limitarem pela unificação de diferentes sistemas de coleta e permitirem que as organizações realizem análises mais complexas em tempo real. Mais do que isso, ao guardar o dado em sua forma bruta, ele permite uma leitura constante para a resolução de novos problemas de negócio.

 

Como um projeto de data lake pode ser útil para seu negócio?

Na escalada, uma montanha serve como base tanto para quem está começando, quanto para quem já possui um nível de experiência elevado. Independente do nível de maturidade em dados da empresa, um data lake é essencial para levar o negócio ao próximo nível.

É importante entendermos que é possível agir apenas com a construção de um data lake, com propósito de estruturar uma grande fonte de armazenamento para as empresas. No entanto, a utilização de todo o potencial dessas fontes se dará apenas com o avanço de um verdadeiro projeto de dados, onde estes serão coletados, transformados e organizados de acordo com as necessidades pontuais, de forma que gere valor ao negócio, facilitando a geração de insights e a tomada de decisões estratégicas. A seguir, veremos alguns exemplos de como um projeto de dados a partir de um Data Lake pode ser útil:

 

    • Ampliando a compreensão do público-alvo: a ação holística na compreensão da jornada do usuário clareia a visão de entendimento do seu público, identificando também qual será o perfil de consumidor, necessidades, interesse, etc. Ao juntar dados de diversas fontes, é possível desenvolver uma visão muito mais completa do usuário.
    • Entendendo o comportamento dos usuários: abandonar análises de cenários isoladas é definitivamente um grande salto no entendimento dos usuários – afinal, todos nós possuímos comportamentos divergentes ao longo do processo, mesmo que regidos pela mesma necessidade, resultado de uma série de variáveis que não devem ser observadas de forma isolada (como período, dispositivo, canal de contato, origem de acesso, etc). É justamente na unificação dessas visões que podemos entender com clareza os pontos de inflexão da jornada e o comportamento real do usuário.
    • Gerando Insights 360º – da decisão à operação: não apenas no cenários de performance, a centralização dos dados pode gerar insights que percorrem toda extensão da operação, auxiliando e reforçando as decisões estratégicas em diversos níveis do negócio.
    • Facilitando a projeção de diferentes cenários: sabemos que a mudança é a única constante do mercado, no comportamento do público e de todas as necessidades da jornada do consumidor. Já que os insights através dos dados também não são retroativos, é preciso maturidade para entender que olhar para o ontem não é uma garantia imediata de resultado, mas é a única forma eficiente de se tentar entender o amanhã.

 

O uso dos dados é claramente o combustível no nosso processo evolutivo de estratégia e tomada de decisão do negócio, mas tê-lo em mãos não é a garantia de sobrevivência. Da mesma forma que saber utilizar a tecnologia foi vital para nosso desenvolvimento como espécie humana, saber quais perguntas queremos responder, em meio à infinidade de dados que coletamos e observamos, é fundamental para trilhar um caminho em direção ao sucesso.

E assim como nossos antepassados mergulharam na escuridão quando não tinham sua tecnologia disponível, também mergulhamos em uma quando não procuramos responder as verdadeiras perguntas que precisamos. É possível que você já tenha as respostas, agora será preciso fazer as perguntas-chave que o ajudarão a alavancar o seu negócio.

Autora: Débora Sabidussi, VP Performance & Data Hub na Cadastra.