Os impactos do ITP 2.0 no mercado digital

Os impactos do ITP 2.0 no mercado digital

O ITP (Intelligent tracking protection) 2.0 é uma alteração na configuração no navegador Safari da Apple, o que significa que os cookies de rastreamento de terceiros agora estão bloqueados por padrão.

Atualmente, isso está afetando apenas o navegador Safari, mas a Mozilla também anunciou mudanças planejadas no Firefox que teriam o mesmo efeito.

O que isso significa?

Os cookies de terceiros são usados ​​pelas tecnologias de publicidade para identificar os usuários, à medida que eles circulam pela web para várias finalidades, incluindo perfil de usuário, publicidade segmentada, tracking de conversões e atribuição. A implementação do ITP 2.0 impede o armazenamento desses cookies e significa que a realização dessas funções no Safari se torna mais difícil.

Por que isso é um problema para o meu programa de afiliados?

O ITP 2.0 trouxe desafios para todos os canais de marketing digital. Especificamente, para o marketing de afiliados, os cookies de terceiros são usados ​​para rastrear um usuário desde quando ele vê um anuncio no site de um afiliado, até quando faz uma compra no site da marca. Se os cookies de terceiros forem bloqueados, as empresas de afiliados e terceiros (como as redes de afiliados) não conseguirão identificar com precisão as vendas que um parceiro afiliado entregou a seus clientes.

Isso significa que as campanhas de marketing de afiliados continuarão a impulsionar as vendas das marcas, mas não receberão suas comissões, pois as vendas não serão vinculadas à atividade delas.

Esse gap nos dados de performance também causa um problema para as marcas, pois elas não conseguem identificar com precisão seus canais de melhor desempenho. É provável que isso afete suas estratégias de marketing e sua capacidade de tomar decisões com base em informações sobre onde investir seus orçamentos para melhor atender a seus objetivos e, assim, afetar a performance de seu marketing digital a longo prazo.

O que devo fazer sobre isso?

Existem algumas soluções, relativamente diretas, disponíveis como alternativas para confiar em cookies de terceiros que ajudariam a superar o problema. Uma solução é que os anunciantes implementem a codificação da rede de afiliados em seu próprio site. A rede de afiliados pode identificar e relatar os usuários que acessam o site do anunciante que visitaram seu próprio site.

Recomendamos que os anunciantes e suas agências trabalhem com as redes de afiliados para definir uma solução e implementá-la o mais rápido possível.

Você também deve garantir que quaisquer medidas de conformidade com leis em vigor reflitam alterações na coleta de dados de terceiros em seus sites, conforme apropriado.

Autor: Rodrigo Genoveze, Country Manager da Awin Brasil


Confira artigo do IAB Tech Lab a respeito dos desdobramentos do ITP 2.0 a todos os players da indústria, com principais implicações e orientações iniciais a anunciantes, veículos e plataformas.