Compartilhar

IAB Brasil discute impactos da Lei Geral de Proteção de Dados na publicidade digital

IAB Brasil discute impactos da Lei Geral de Proteção de Dados na publicidade digital

Iniciativa do Comitê de Assuntos Jurídicos da entidade, o evento contou com
a participação de representantes legais de empresas do setor

São Paulo, 15 de agosto de 2018 – Menos de 24 horas após a sanção presidencial da Lei 13.709/2018, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP), o IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau), por meio do seu Comitê de Assuntos Jurídicos, promoveu na manhã desta quarta-feira, em São Paulo, uma sessão exclusiva para seus Associados para discutir os impactos da nova lei sobre a publicidade digital tanto para anunciantes quanto veículos e plataformas.

“A atuação de nossa área de Relações Governamentais foi imprescindível para ajudar a monitorar esse tema, fechar consensos e assegurar que tivéssemos uma voz ativa em Brasília. Isso permitiu que pontos específicos e que poderiam inviabilizar negócios em nosso setor fossem adequadamente considerados no texto da lei. Dessa maneira, foi possível encontrar um balanceamento mais equilibrado entre quem são os donos dos dados – ou seja, as pessoas – e quem utiliza essas informações”, afirma Marcel Leonardi, presidente do Comitê de Assuntos Jurídicos do IAB Brasil.

Renato Leite Monteiro, sócio e Head de Data Privacy do Batista Luz Advogados, acrescentou que é preciso ter em vista que a LGPD não se aplica apenas a quem está na internet. “Os conceitos de dados pessoais, por exemplo, mostram que a nova lei se aplica tanto ao setor público quanto privado, e nos ambientes on e off-line, indistintamente. Em resumo, ela afetará todo o mercado, com a ressalva de que nenhuma base legal prevalecerá sobre outra”. O encontro contou ainda com empresas do setor em um painel para discutir os impactos e a aplicação prática da nova lei.

A diretora executiva da IAB Brasil, Cris Camargo, acrescenta que o papel da entidade é justamente fomentar discussões como essas em busca de consensos que ajudem o mercado a se adaptar mais rápida e eficientemente às exigências da LGPD. “A lei vem em boa hora e impactará os maus atores do mercado. O IAB Brasil seguirá defendendo o mercado e contribuindo tanto para esclarecer as questões envolvidas na proteção de dados pessoais e disseminação de boas práticas, quanto na capacitação de profissionais para atuar de acordo com os novos parâmetros”. O IAB Brasil, em seu papel de capacitar os profissionais do setor e motivar a adoção das boas práticas por parte do mercado, entende que a criação da LGDP não está encerrada, mas apenas começou. “As empresas têm um ano e meio para se adaptarem à nova legislação, e esse processo irá ocorrer por meio de um diálogo constante e construtivo com as autoridades. Por meio de nossos Comitês e eventos, fazemos parte desta discussão”, conclui.

Conheça o IAB Brasil: Com mais de 250 associados, o IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau) reúne as principais empresas do mercado digital entre veículos, agências, anunciantes e empresas de tecnologia. Entidade sem fins lucrativos, tem como missão contribuir para o desenvolvimento da publicidade digital no Brasil incentivando à criação de boas práticas em planejamento, criação, compra, venda, veiculação e mensuração de ações publicitárias digitais.

Informações para imprensa:

GPCOM Comunicação Corporativa

Caio Ramos – caio.ramos@gpcom.com.br

Nando Rodrigues – nando@gpcom.com.br

Giovanna Picillo

Fone (11) 3129-5158 – www.gpcom.com.br

VOLTAR PARA TODOS OS RELEASES